segunda-feira, 31 de março de 2014

Felicidades


JOGO DO SOBE E DESCE



Turma: 7º ano
Escola: C.E.B Erica Hasse
Professora: Regiane Santos Stinghen

Neste jogo matemático, primeiro se faz necessário que a turma seja divida em dois grupos, onde cada um deles terá um representante para jogar os dados;
No centro da sala há uma tabela com números positivos até 12 e negativos até 12;

Como Jogar:

O representante do grupo 1 e o representante do grupo 2 tiram par ou ímpar para decidir quem inicia jogando os dados;
Há dois dados sendo um deles vermelho (indicando números negativos) e outro azul (indicando números positivos), ao jogar os dados somam-se os pontos, por exemplo:
dado azul 6 e dado vermelho 2, temos, (6 - 2) totalizando 4 pontos, então sobe - se 4 casas na tabela, se por exemplo ocorrer o inverso onde o dado vermelho mostrasse o número 6 e o dado azul o número 2 a operação ficaria (2 - 6) e totalizaria em número negativo - 4 então o jogador desce 4 casas.
Ganha quem chegar ao topo primeiro, ou seja, quem chegar primeiro ao número 12 positivo.

Objetivos: Dar mais clareza ao conteúdo que está sendo estudado em sala, números positivos e negativos.



Professora Regiane.







A “Turma da Estrelinha”


 do CEI “Arthur Kroenke” está encantada com a chegada do outono: Brincam com as folhas que caem das árvores, erguem os bracinhos ao vento e dizem:
- Chuva de folhas do outono!
As formiguinhas carregando folhinhas também chama a atenção das crianças que passam tempo observando. Chegam a ajudar as formiguinhas tirando os obstáculos do caminho.
Na semana que passou, trouxe na caixa mágica, um suco da fadinha que os “transformou em formiguinhas”. Estas formiguinhas deveriam buscar uma folhinha grande, uma média e uma pequena para o formigueiro, depois selecionaram as folhinhas por tamanho para colar e com os dedinhos fizemos carimbo de formiguinha para completar com canetinhas. A história da cigarra e da formiga foi contada, numa versão moderna em que formigas e cigarra ficam amigas no final e trocam favores.
A imaginação nesta idade é tão forte que a princípio ficaram receosos de tomar o tal suco mágico, alguns perguntaram se até a hora de voltarem para casa seriam crianças novamente. Expliquei que eu sabia as palavras mágicas para desfazer o encanto. Foi à festa. É encantador acompanhar estas descobertas.

Laura Enedina Venancio Prim.





Simbologia presente nos espaços (decodificação)


CEB "Arthur Bruno Jandt"
1º ano professora Lais França Kniess


Após realizar as atividades do Livro coleção Caminhos-SEFE e de conversar sobre o papel  dos símbolos que a sociedade criou para facilitar e ordenar o deslocamento das pessoas e dos veículos, os alunos do 1º ano elencaram as regras mais importantes da escola e criaram placas que foram espalhadas pela sala de aula e arredores da escola. Cada placa foi colada no local onde a turma pensou ser mais apropriado. Discutiu-se também o que aconteceria com as pessoas que descumprissem tais regras. Estas foram separadas em graves e gravíssimas e foi acordado entre a classe que em descumprir uma regra grave perderá o direito de fazer algo legal e quem descumprir uma regra gravíssima assinará o caderno de ocorrências da diretora. Entre as regras gravíssimas estão: Respeitar a professora, não bater e ofender os amigos.





Depois todos se divertiram na trilha gigante do transito.




Todas as atividades tiveram como objetivo: dominar a leitura de signos (códigos) criados pela sociedade para facilitar o deslocamento dos grupos sociais; trabalhar a função social da escrita, o respeito ao cumprimento de regras, respeito ao próximo, reflexão diálogo, argumentação; desenvolver a correspondência biunívoca, trabalhar a lateralidade e palavras como volte/avance.



  

Turma do Elefantinho

Para iniciar o projeto “Viajando pelo mundo encantado das palavras” o Palhaço Picolé nos mandou uma carta ensinando uma mágica incrível. Primeiramente passamos o ferro quente numa folha em branco e apareceu a letra inicial do nosso nome. Depois foi nossa vez ... Desenhamos com suco de limão. Parecia difícil, pois o desenho era invisível, mas para a surpresa de todos a mágica aconteceu quando passamos o ferro quente. A experiência foi super bacana e todos participaram com muita alegria!

TURMA DO ELEFANTINHO - Professora Simone Deves Venturi 


















Representantes de Trombudo Central participam de Fórum Catarinense de Educação Infantil

EDUCAÇÃO


Evento deve reunir gestores de educação infantil de todo o Estado
Na quarta-feira (26/03), as representantes da Secretaria Municipal de Educação de Trombudo Central vão participar do Fórum Catarinense de Educação Infantil, em Joinville. O evento será realizado na Universidade da Região de Joinville (Univille), a partir das 13h30, com término previsto para as 17h.
A secretária Cátia Marangoni Geremias e a coordenadora da educação infantil Glaucia Marcelino vão participar do fórum, que tem como principal objetivo discutir as regras, princípios e o cronograma de 2014.


Contato: Secretária de Educação - Cátia Marangoni Geremias (47) 3544-0271
CONECTE MÍDIA – COMUNICAÇÃO DE RESULTADO
Maria Alice (47) 8802-5604



PROJETO HIGIENE PESSOAL - SEMANA 17 à 21-03



Objetivo: Cuidar de seu corpo tendo orientações de auto-conhecimento e higiene pessoal, garantindo sua boa aparência e saúde.
Iniciamos o projeto mandando uma tarefa para os pais, quais os produtos que ele usavam para a higiene, pedimos também que nos mandassem embalagens(vazias) para confeccionarmos um cartaz com as crianças. Dando continuidade ao projeto, ensinamos um cantinho sobre a higiene pessoal no qual eles amaram.
♪ Escova pra frente, escova pra trás, escovando os dentinhos é assim que se faz...
Cabeça pra frente, cabeça pra trás, lavando a cabeça é assim que se faz...♪ (ritmo da música do coelho / de olhos vermelhos)
Auxiliamos eles na escovação (isso é feito todos os dias, após as refeições), como lavar o corpo, como lavar a cabeça, junto já trabalhamos o "piolho", explicando que a mamãe sempre tem que olhar a cabeça deles. Na sexta-feira, finalizamos o projeto, trouxemos utensílios para secar o cabelo, fazer penteados... Eles amaram,a professora Júcelia lavou a cabeça de todos e a auxiliar Kátia ia secando e fazendo os penteados. Ao final da tarde, colocamos músicas animadas pra eles se divertirem. 



terça-feira, 25 de março de 2014

Jogo NUNCA DEZ

CEB Arthur Bruno Jandt 
 
3° ano 
 
Jogo NUNCA DEZ (com material dourado):

Objetivo: Levar os alunos a entenderem o sistema de trocas da numeração decimal; 
 
Modo de jogar:
 - O grupo decide quem inicia o jogo (tira par ou ímpar);

 - Cada aluno na sua vez de jogar, lança os dados e retira a quantidade de cubinhos correspondente ao número do sorteado no dado; 
 
- Quando o jogador conseguir dez ou mais cubinhos, deve trocá-los por uma barrinha;
 
  - Vence o jogador que obtiver o maior número;
 
Prof. Crisneide P C dos Santos





CEB Arthur Bruno Jandt

3º ano
 
Prof. Cris 
 
Trabalhando com > maior e menor <           Dobradura jacaré guloso
 
Os alunos do 3° ano estudaram sobre os números maior (>) e menor (<) e nada melhor do que uma aula diferente, dinâmica.  Foi proposto ao alunos uma dobradura do jacaré guloso, após a realização da dobradura, os alunos ganharam dois números e tinham que colocar no mural o jacaré e os números, lembrando que a boca do jacaré sempre estará aberta para o número maior, todos realizaram a atividade com êxito. 
 
Prof. Crisneide P C dos Santos





CEB Arthur Bruno Jandt

5° ano 
 
Prof. Cris 
 
Cartas...
 
            Dando continuidade ao trabalho das cartas, os alunos do 5° ano receberam a visita de um representante do correio o Senhor Luís, para uma breve  palestra, foi um debate bem bacana, sanou as curiosidades dos alunos. 
            Após a visita, os alunos foram visitar as dependências do correio e enviar as cartas que foram escritas para alunos do CEB Erica Hasse. 
            Agora aguardamos as respostas, para então prosseguir com o gênero textual "carta". 
 
Prof. Crisneide P C dos Santos





PROJETO DE LEITURA



Uma atividade interessante realizada no Projeto de Leitura com as turmas do 3º 4º e 5º ano do CEB Eginolf Bell proposto pela professora Danieli, foi a Leitura de imagens a partir das obras: "O Peralta" de Jefferson Galdino e "Abaré" da autora Graça de Lima.
Primeiramente três alunos realizaram a leitura do texto para os colegas sem ter o conhecimento de que a obra continha somente imagens. Ao iniciarem a leitura suas expressões eram de espanto e muitos risos (pois deveriam usar da criatividade e o improviso). Ao término foi feita a socialização sobre a leitura e mostrado as imagens das obras.
Então se dividiu a sala em grupos e temas foram sorteados para que criassem suas histórias de imagens. 




CEI PINGUINHO DE GENTE


 
NESTA SEMANA O BERÇARIO FICOU MAIS COLORIDO...
 
AS PROFESSORAS JOSI E ROSI UTILIZARAM SUCATAS PARA CONFECCIONAR LINDOS MÓBILES COM CHOCALHOS, UTILIZANDO PEDRINHA, AREIA, FEIJÃO, ARROZ, SAGU, MILHO PARA PIPOCA E PEDACINHOS COLORIDOS EM EVA.
 
O OBJETIVO FOI TRAZER MAIS COR E VIDA PARA A SALA ALÉM DE FAZER COM QUE AS CRIANÇAS PERCEBAM OS DIVERSOS SONS PRODUZIDOS POR DIFERENTES MATERIAIS E AS CORES.
 
FOI MUITO ACEITO PELAS CRIANÇAS QUE JÁ CHEGAVAM CURIOSAS PARA VER A NOVIDADE NA SALA.
O MAIS INTERESSANTE DISSO FOI OBSERVAR CRIANÇAS QUE AINDA NÃO CAMINHAM UTILIZAR AS GARRAFINHAS DO MÓBILE COMO APOIO PARA FICAR EM PÉ.
 
                                                                            PROFESSORAS: JOSIANE VENÂNCIO 
                                                                                                    ROSIANI DE LOURENZI 






“UM CROMOSSOMO A MAIS E UM AMOR EM DOBRO”

21 DE MARÇO – DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN


Nesta sexta-feira, dia 21 de Março foi o Dia Internacional da Síndrome de Down, data escolhida pela Down Syndrome International, em alusão aos 3 cromossomos no par de número 21 (21/3), que as pessoas com Síndrome de Down possuem.
Para a criança com Síndrome de Down, ir à escola é exercer o direito à educação, previsto pela Constituição Brasileira, ou seja, o direito que toda criança tem. Na escola, ela desenvolverá as suas potencialidades e, um dia, poderá seguir uma profissão. Além disso, o contato com a garotada da mesma idade é benéfico para todos, pois as crianças que estudam em escolas inclusivas, certamente se tornarão adultos mais tolerantes.
Todos nós possuímos nossos limites, somo todos iguais. Foi-se o tempo em que a Síndrome de Down era vista de maneira a qual o indivíduo sempre dependeria de sua família para viver. Hoje, não só a sua expectativa de vida é alta, como acreditamos que eles podem sim, conquistar sua independência.
E foi com este intuito que a professora auxiliar Darci Maria Kuhnen, juntamente com a professora da turma do 4º ano, coordenação da escola, a Senhora Marineusa Venturi Moraes, mãe do aluno Vitor Moraes e seus colegas de classe, organizaram uma homenagem ao pequeno Vitor.
Na homenagem a professora auxiliar Darcy falou sobre a Síndrome de Down a todos da classe que em seguida parabenizaram o nosso pequeno valente Vitor. Cantaram parabéns à ele que fez um pedido! Um abraço ... então todos nos abraçamos a sua volta em uma roda num abraço coletivo! Depois todos degustamos de um delicioso bolo  que  foi  oferecido  pela Senhora Marineusa Venturi Moraes.
Não é à toa que costuma-se dizer que o portador da Síndrome de Down, que carrega consigo um cromossomo a mais que nós, traz também consigo, um “AMOR EM DOBRO”.







CEI Cinderela



A Páscoa é uma das datas mais celebradas em todo o mundo. Independente mente de sua origem e seu significado cristão, são as crianças as que mais se divertem nessa época. Ser lembrado pelo Coelhinho da Páscoa, é um acontecimento realmente muito importante e que promove a sua auto-estima.
A Páscoa também estimula a imaginação e a criatividade da criança. Toda fantasia criada em torno do tão aguardado Coelhinho da Páscoa é de extrema relevância durante a infância. É importante estimular nas crianças o fato de que seu sonhos podem tornar-se realidade e que, em toda realidade, também existe um bocado de fantasia. Foi pensando nisso que a turma do Sítio do Pica-pau Amarelo jardim II do CEI Cinderela, confeccionou um coelho com balões e algodão. Foi uma festa. Exploramos o coelho de todas as formas: com a alimentação, seu habitar, porque o coelho é o símbolo da páscoa... 

Professora Luiza 




C.E.B. Eginolf Bell





Professora (English Teacher): Ariane Lenzi Conink Turma: 1º ano
I am very Happy!!!
Chegou nosso English Book!
Tomando como ponto de partida a entrega o livro de Inglês no 1º ano, conversamos sobre: A importância do ensino de Língua Inglesa no Ensino Fundamental I.
“O ensino da Língua Inglesa para Séries Iniciais contribui de forma a auxiliar nas relações sociais e culturais, no desenvolvimento intelectual da criança, levando em consideração que o Inglês pode contribuir na formação do aluno no que diz respeito à sua cidadania, pois a língua está presente em grande parte das nossas ações cotidianas e às diferenças individuais de cada ser humano.”
Conteúdo: What´s your name?
Objetivos: apresentar-se em inglês e se desenhar.

Foi muito divertido, todos se apresentaram em Inglês e prestaram muita atenção no Diálogo de apresentação dos personagens Kelly e Kevin (através do CD - aparelho de som), e para finalizar realizaram o desenho deles mesmos.






CEI JOHANNE SCHÜTTE

Sair do espaço do CEI, leva às crianças ao conhecimento de regras para o trânsito pedestre, desenvolver a observação da paisagem geográfica, coordenação de caminhada em grupo, estabelecer relações de confiança entre os adultos responsáveis por elas e entre o próprio grupo e, simplesmente pelo puro prazer de um  passeio pelo centro da cidade e brincar no parque da praça. Professoras: Leoni, Rosa e Vivien, auxiliar  Iara,  (24/03/2014)