quinta-feira, 31 de março de 2016

Projeto: As Grandes Navegações e o Descobrimento do Brasil

Centro de Educação Básica Eginolf Bell e Centro de Educação Básica Alberto Balduíno Barchfeld.
Série: 5 º ano
Professora: Mariany Uhlendorf

Projeto: As Grandes Navegações e o Descobrimento do Brasil

Objetivo:
 Colocar o aluno em situações em que ele seja participante da construção de seus saberes.
Transmitir com paixão e competência, o interesse por uma matéria indispensável à formação de um cidadão esclarecido.
Metodologia:
Para dialogar com o passado e aprender a pensar historicamente, o professor de história deve ajudar o aluno a adquirir ferramentas de trabalho necessárias para saber-fazer, o saber- fazer-bem. Ensinar história passa a ser, então, dar condições ao aluno para poder participar do processo de fazer o conhecimento histórico, de construí-lo.
Para que os alunos desenvolvessem atitudes críticas e investigativas sobre  As Grandes Navegações e o Descobrimento do Brasil, criou-se condições de aprendizagem em que eles tornaram-se capazes de interessar-se e demonstrarem curiosidade pelos fatos históricos, formulando perguntas, participando da narrativa histórica, trazendo especiarias, imaginando soluções, buscando informações e confrontando idéias.
Aprender História no 5º ano, deixou de ser memorização de datas e nomes e passou a oferecer ao aluno a possibilidade de construir conhecimento a partir de experiências e novas práticas em sala de aula.






“Turma dos heróis”



A escolha do nome da turma é muito importante para a sua identidade, mais do que um simples nome, eles se sentem importantes como grupo e se reconhecem neste. É de grande importância a maneira democrática e participativa de como tudo deve acontecer.
Este nome simboliza a marca particular deste grupo.
A Turma deste ano através de votação escolheu para o nome da Turma: “Turma dos heróis”. O nome é pertinente pois, Toda a criança tem um conhecimento sobre o assunto, todos os dias elas levam histórias sobre os super heróis, nas brincadeiras do parquinho e até na rodinha de conversa, o assunto está presente. Os heróis estão presentes ainda na capa dos cadernos e demais materiais.
 Na rodinha de conversa trabalhamos o conceito de Herói e quando questionei sobre os heróis da vida real, os bombeiros foram logo citados pelas duas Turmas.
 Após enviar ofício e confirmarmos data e horário, realizamos a visita ao Corpo de Bombeiros Militar de Trombudo Central, onde fomos recebidos com muita atenção, conhecendo um pouco mais dos trabalhos destes verdadeiros Heróis. 
O encantamento das crianças era percebido no brilho do olhar e no sorriso que permaneceu por horas no rostinho de cada um.
Obrigada a cada um por tornarem-se inesquecíveis na vida das nossas crianças e por fazer-nos acreditar no "Poder do Bem".

Professora Laura E. V. Prim






Trabalhando a Identidade


A turma dos Minions do CEI Pinguinho de Gente está trabalhando sobre Identidade, com o intuito de conhecer melhor o outro e a si mesmo, em meios às várias histórias sobre o tema e atividades divertidas, temos um livro viajante: “Nomes e Significados Especiais”. Este livro passeia cada dia na casa de um amigo e com a ajuda dos pais as crianças fazem um desenho, colagem ou algo que represente o significado do seu nome.

Para as crianças está sendo prazeroso levar para casa essa  atividade para fazer junto com os pais. Cada dia é uma linda novidade, está saindo verdadeiras obras de arte!

Professora Taina Küster


Produção textual – reescrita da cantiga


            Os alunos do 3º ano da CEB Alberto Balduíno Barchfeld, com a professora Regiane Maria Senes Franz e a professora auxiliar Gabriela Franz Correa, realizaram durante as duas últimas semanas a reescrita de uma cantiga.
A atividade teve como objetivos:
·         Planejar a escrita do texto, considerando o contexto de produção.
·         Trabalhar em grupo, dividindo as ideias e tarefas.
·         Confeccionar o cartaz.
·         Apresentar para o 4º ano.
            Iniciou-se com o livro didático de língua portuguesa, onde o tema central do capítulo foi música e cantiga. Para as atividades que seguiram, relembramos o que é rima, após esse primeiro momento a turma escolheu a cantiga (Tomatinho vermelho) e coletivamente reescrevemos  uma nova cantiga com o nome (Minha festa), na reescrita da cantiga  a melodia fica idêntica. Em outra aula a turma foi divida em grupo, sendo que cada grupo escolheu entre uma lista de cantigas uma para reescrever. Construíram a reescrita no caderno, depois passaram e ilustraram em cartaz. A atividade foi finalizada com a apresentação para o 4º ano e o mural.

            Cantiga escolhida coletivamente – Tomatinho Vermelho
                     Tomatinho vermelho
Pela estrada rolou, rolou
O grande caminhão veio
E o tomatinho esmagou
Pobre do tomatinho, coitado do tomatinho
Ketchup virou, ketchup, virou, ketchup virou

            Nome da cantiga reescrita coletivamente – Na minha festa
                      Na minha festa tem brilho
                      A menina chorou, chorou
Caiu um grande pingo
E o vestido molhou
Pobre da estilista, pecado da estilista

Ela desmaiou, ela desmaiou, ela 




quarta-feira, 30 de março de 2016

Trabalhando Gênero Textual "Poema"

Na sequência didática trabalhada com  2º ano do CEB Eginolf Bell se conheceu a estrutura do gênero textual "Poema".

Vários poemas foram lidos, estudados e explorados do ponto de vista estrutural: versos, estrofes, rimas e entonação.

Como também é proposta do ciclo de alfabetização, o aluno precisa conhecer e estabelecer a relação de utilidade do textos lidos. Assim, não bastava somente estudar, tínhamos que demonstrar na prática que declamar um poema pode ser agradável e prazeroso. 

Marcamos então um recital no dia 23/03/2016. Confeccionamos convites e entregamos para a turma do 1º ano, merendeiras, professores e famílias dos alunos. 

Para nossa surpresa, 08 pais e avós vieram prestigiar o evento. Contamos também com a presença do 1º ano e das professoras Aline e Bianca.

Foi um tarde muito agradável.




ADAPTAÇÃO TURMA DO URSINHO


C.E.I CInderela
Jardim I- Turma do ursinho
Professora: Débora Ceolin
Auxiliares: Janaína- matutino
                Élida- vespertino

A adaptação é uma fase muito importante para as crianças pois ela esta conhecendo um novo ambiente e passando por várias mudanças de uma só vez, para isso é preciso criar vínculos entre criança e professora, criança e criança, para que a mesma tenha confiança e  se sinta segura e feliz no novo ambiente. Durante a adaptação da turma do ursinho tivemos várias atividades motivadoras para entreter as crianças e fazer a adaptação um momento prazeroso.




TURMA DO PINGUIM

Este ano a turma do pré-escolar do Centro de Educação Infantil Johanne Schütte se chamará a TURMA DO PINGUIM.

A escolha do nome foi feita de maneira democrática e participativa. É muito importante esse processo para a sua identidade, mais do que um simples nome, eles se sentem importantes como grupo e se reconhecem neste. É muito bacana ver a construção desse processo, ao serem chamadas pelo nome de turma escolhido, as crianças se identificam rapidamente como integrantes da turma.
Depois de escolhido o nome exploramos o mundo dos pinguins, as espécies, os animais que vivem no gelo, poesias, poemas, parlendas, músicas, bingo dos animais que vivem no gelo e os países onde moram os pinguins.

Professora Luiza Carolina Samagaia





Varal da linha do tempo


A construção da linha do tempo é uma maneira de mostrar a sequência cronológica dos acontecimentos na vida de uma pessoa, de uma família, de uma cidade, ou sobre um determinado acontecimento, enfim, sobre qualquer fato que desejarmos.
Seguindo a ordem do mais antigo para o mais recente os alunos do 3ºano do Centro de Educação  Básica Arthur Bruno Jandt construíram cada um o seu varal da linha do tempo, onde através de fotos antigas, com o registro do ano e o fato que estava acontecendo naquelas imagens  ficou evidente a passagem do tempo em suas vidas.
Após a construção dos varais com às fotos, os mesmos foram expostos na sala para que os  colegas visualizassem e foi oportunizado as demais turmas para que fizessem uma visita e os alunos foram explicando aos visitantes a passagem do tempo em suas vidas até aquele momento.


Professora: Luciane Gambeta Passig





Literatura na Educação Infantil

A literatura infantil é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação e emoções. É importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas histórias, pois é através dos livros e contos infantis que a criança enfoca a importância de ouvir, contar e recontar histórias. Quanto mais cedo à criança tiver contato com os livros e perceber o prazer que a leitura traz, maior será a chance de torna-lo um adulto leitor, pensante e crítico socialmente. Para os bebês é um excelente instrumento para desenvolver a audição, a fala, e a expressão corporal e representa uma fonte rica em estímulos.  






terça-feira, 29 de março de 2016

É o fim da picada para o mosquito da Dengue.


        Aproveitando a Palestra desenvolvida pelo projeto Rondon, a turma do 3º ano do CEB Eginolf Bell , aprofundou o tema para descobrir o quanto o Aedes aegypt pode prejudicar as pessoas. Saber da sua origem e como vem se desenvolvendo no Brasil foi uma das curiosidades da turma.
            Trabalhando o gênero textual cartaz com a chamada em destaque  “É o fim da picada para o mosquito da Dengue”. Realizamos entendimento das campanhas publicitárias que buscam acabar com o transmissor das doenças tão em evidência no cenário atual.
            A turma envolvida com o tema foi além, produziu os próprios cartazes e distribuiu pela cidade, em lugares públicos e particulares com circulação de pessoas, contribuindo com a ideia de que todos devem fazer a sua parte. 

Professora Neide Schweder



Centros de Educação Infantil de Trombudo Central visitam coelho e decoração de Páscoa


As crianças dos Centros de Educação Infantil de Trombudo Central realizaram visitas a praça em frente à prefeitura para visitar a decoração de Páscoa e conhecer os coelhos que estão em um ovo gigante com cercado.
Coelhos e ovos de páscoa foram espalhados pelas secretarias municipais e, principalmente, na praça central. A decoração foi  feita pela vice-prefeita Hanelore Hedler a ajuda dos alunos do projeto Rondon.
Foram utilizados materiais recicláveis e com reaproveitamento de peças utilizadas nos anos anteriores.


Contato: Secretaria de Educação Cultura e Esporte de Trombudo Central - Fone (47) 35441268

Maria Alice- (47) 8802 5604                                           
mariaalice@conectemidia.com                                                                         
Assessoria de Imprensa
Apprimo Comunicação





Educação de Trombudo Central acompanha rotas de transporte escolar


Objetivo é fiscalizar os pontos de embarque e o comportamento dos alunos e as rotas realizadas
A secretaria de Educação de Trombudo Central está realizando a fiscalização das rotas do transporte escolar. A avaliação e acompanhamento das 10 rotas realizadas diariamente é feita em todo início de ano letivo.
Em 2016 será decretado os nomes da comissão do Fundeb  e do conselho municipal de educação que vão acompanhar as rotas realizadas durante a próxima semana. “Esse trabalho avalia o comportamento dos alunos dentro do ônibus, acompanha todos os pontos de embarque e desembarque e a segurança dos passageiros” explica a secretária.
O uso da carteirinha do passe escolar é obrigatório e garante a segurança dos alunos e do uso correto ao transporte escolar.

Contato: Secretaria de Educação Cultura e Esporte de Trombudo Central - Fone (47) 35441268

Maria Alice- (47) 8802 5604                                      
mariaalice@conectemidia.com                                                                      
Assessoria de Imprensa
Apprimo Comunicação



BIII do CEI Gente Miúda

Uma proposta de brincadeira  interessante foi de encaixar e tirar as bolinhas coloridas dos vãos dos tijolos do solário.
A turminha do berçário III  se divertiu muito com a possibilidade de encaixe. também jogaram para o alto, dentro de caixas de papelão.
Com essa atividade as crianças começam a ter noção de dentro/fora.
Foi uma experiência rica e de muito aprendizado.

Professora Márcia Mengarda





segunda-feira, 28 de março de 2016

CEI Gente Miúda

Atividade em frente ao espelho com objetivo de incentivar os pequenos a observar a própria imagem, pedindo que faça imitações e articulações com movimentos do corpo,como caretas, sons,dar gargalhadas,apreciar as partes do corpo e seu colega. Tendo também contato com pincel atômico formando vários rabiscos no espelho.

Professora Zenaide A. Deitos 








Páscoa na aula de Artes

ESCOLA: C.E.B. ERICA HASSE
PROFESSORA: MARLEIDE DE CAMPOS ROCHA
DISCIPLINA: ARTES

TURMAS: 7º e 8ºANO.

Conteúdo: Páscoa.

Objetivo:
Levar o aluno a apreciar, respeitar e criar  trabalhos relacionados a esta data.
Conhecer a história da Páscoa e seus valores.
                           

Metodologia:

Os alunos puderam experimentar a confecção de pinturas na casca de ovos, com linhas. Viram que são capazes de fazer lindas obras de arte. Após o resultado os trabalhos foram expostos no pátio  enfeitando a árvore.





segunda-feira, 21 de março de 2016

A PÁSCOA NA TURMA DO SNOOPY


Nossa Páscoa foi pura magia e encantamento. Preparamos nossa sala com carinho para esperar o coelhinho. Construímos um ninho. Montamos uma árvore de Páscoa com ovinhos coloridos, onde os galhos secos simbolizam a morte de Jesus e os ovinhos simbolizam a alegria da vida do renascimento. Construímos uma horta com cenourinhas para atrair o coelho. Cantamos e dançamos. Tivemos brincadeiras e circuitos envolvendo o coelho e sua alimentação. Na semana que passou conhecemos um coelho diferente, que não queria ser Coelho de Páscoa, mas sim Coelho Cozinheiro ele nos mandou uma carta ensinando a fazer um delicioso brigadeiro de cenoura que foi pura alegria e diversão. Crianças que não experimentavam alimentos diferentes se encheram de coragem e provaram a cenoura e o brigadeiro.
O projeto da Páscoa conseguiu integrar o direito da criança de brincar e aprender e através de momentos imaginários puderam vivenciar e conhecer o verdadeiro sentido da Páscoa.


Professora Simone Deves Venturi